ÓLEO DE COCO NA ESTÉTICA: USOS E BENEFÍCIOS

Óleo de coco é sem dúvida o melhor subproduto do coco, possuindo vários efeitos benéficos para a saúde. Extraído da polpa ou da película do coco, óleo de coco durante muito tempo foi fortemente disprestigiado devido ao seu alto teor de gorduras saturadas. Entretanto nos dias atuais, como as informações estão disponíveis a um número cada vez maior de pessoas, muitas concepções antes consideradas "verdades inquestionáveis" passaram a ser repensadas, inclusive a difamação do óleo de coco.

Óleo de coco trás vários benefícios como alimento, mas o que também chama muita atenção é sua crescente aplicação como um cosmético natural, sendo utilizado puro ou em combinação com outros óleos, como óleo de abacate, azeite ou óleos essenciais. Nesse artigo veremos as grandes utilidades extras do óleo de coco que talvez você nem imagine, incluindo utilidades para o cabelo, pele, dentes e praticamente todo o corpo.

 

ÓLEO DE COCO NO CABELO

Óleo de coco pode ser utilizado para condicionar, hidratar, desembaraçar, estimular o crescimento de novos fios e exterminar a caspa. O óleo de coco é capaz de penetrar profundamente nos fios, pois tem a combinação certa de tamanho e forma molecular (é pequeno e tem estrutura de linha reta que o permite infiltrar nos cabelos) e a estrutura química correta (é derivada de ácido láurico, o qual tem afinidade por proteínas).

Enquanto a maioria dos óleos de condicionamento, como silicones e óleo mineral, ficam mais na superfície, óleo de coco é literalmente capaz de agir por dentro. Você pode simplesmente massagear os cabelos secos com o óleo de coco e deixá-lo por cerca de uma hora ou mais. Você também pode deixá-lo no cabelo durante a noite, de um dia para o outro. Nesse caso, lembre-se de colocar uma capa plástica para proteger o seu travesseiro. Depois é só lavar e enxaguar como de costume.

Estudo mostra vantagem do óleo de coco para o cabelo

Um estudo realizado na Índia, em 2003, comparou óleo mineral, óleo de girassol e óleo de coco. O objetivo desse trabalho foi cobrir diferentes tratamentos e observar o efeito desses tratamentos em vários tipos de cabelo usando esses três óleos. Quando utilizados para pré e pós-lavagem, óleo de coco foi o único que mostrou reduzir a perda de proteínas, tanto em cabelos danificados como em cabelos não danificados.

Com características diferentes das do óleo de coco (rico em ácido láurico), óleo mineral é um hidrocarboneto e não tem capacidade de penetração, já o óleo de girassol é representado em maior parte por ácido linoleico, que tem estrutura volumosa e ligações duplas, possuindo, dessa forma, penetração limitada nas fibras capilares. O óleo mineral e o óleo de girassol podem contribuir com efeitos positivos na superfície, dando brilho e diminuindo a fricção.


CONDICIONADOR CASEIRO À BASE DE ÓLEO DE COCO E MEL

Esse condicionador é ideal para pessoas que precisam de fortalecimento capilar, mas que não querem se expor aos ingredientes químicos encontrados nos condicionadores convencionais. Características: o óleo de coco liga-se ao cabelo, reduzindo a perda de queratina, já o mel, por ser umectante, confere a retenção de umidade necessária.

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de óleo de coco extravirgem;

  • 2 colheres de sopa de mel puro.


Óleo de coco no tratamento de piolhos

Outro estudo interessante sobre o utilização de óleo de coco no cabelo foi o publicado no European Journal of Pediatrics, em 2009. Nesse estudo foram comparadas a eficácia de um spray (óleo de coco + anis) com a eficácia de uma loção de permetrina normalmente prescrita para o tratamento de piolhos.

Os pesquisadores concluíram que o spray foi significativamente mais bem sucedido nas curas (41/50 ou 82%) em comparação com a permetrina (21/50 ou 42%). O sucesso por protocolo foi de 83,3% e 44,7%, respectivamente. De acordo com os autores:

"Concluímos que, apesar da loção de permetrina ainda ser eficaz para algumas pessoas, o spray de coco e anis pode ser um tratamento alternativo significativamente mais efetivo."

 

ÓLEO DE COCO PARA BOA SAÚDE BUCAL E DENTES BONITOS

Devido às suas propriedades antibacterianas, óleo de coco é muito útil para a manutenção da saúde da boca, contribuindo para dentes fortes e bonitos. Quando misturado com bicarbonato de sódio oferece um excelente higienizador oral natural, sendo uma ótima saída para aqueles que não querem utilizar pastas contendo flúor.

As evidências de que flúor combate cáries são muito fracas, além disso esse mineral já foi associado a certos problemas de saúde, inclusive o câncer [1].

Dica de pasta de dente caseira com óleo de coco

Essa receita de pasta de dente é uma ótima alternativa às pastas convencionais, pois possui apenas ingredientes naturais, além de ser livre de flúor.

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de óleo de coco;

  • 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio;

  • 1 colher de sopa de xilitol;

  • 20 gotas de óleo essencial de canela ou cravo;

  • 20 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta.


Como fazer: coloque todos os ingredientes em uma tigela e misture bem. A sua pasta está pronta! Guarde-a em um pote de vidro com tampa. Você também pode adicionar outros óleos essenciais antimicrobianos de sua preferência. A proporção dos ingredientes também pode ser ajustada de acordo com o seu gosto, considerando sabor, refrescância, textura, etc. Lembrando que o óleo de coco se solidifica em temperaturas mais frias e o contrário ocorre em temperaturas mais quentes.


"Oil pulling therapy" com óleo de coco

"Oil pulling therapy" se trata de uma técnica existente há quase três mil anos que teve origem na medicina ayurvédica. Para entendermos com mais exatidão, sua melhor tradução para o português seria algo como "Terapia de bochecho com óleo".

Essa técnica era originalmente utilizada como parte importante do sistema Ayurveda, um tipo de filosofia de saúde que integra corpo e mente. O princípio básico da Ayurveda é que, quando em equilíbrio, o corpo possui poderes incríveis para se curar sozinho.

Os praticantes dessa ideologia recomendam que você forneça suporte ao seu corpo através de uma dieta saudável, sono adequado, estresse reduzido, processo digestivo forte e viver em sintonia com a sua constituição natural.

O "Oil Pulling therapy" consiste no ato de enxaguar a boca com óleo, como normalmente se faria com um enxaguante bucal, só que por mais tempo. Essa técnica foi amplamente uilizada na medicina popular indiana como remédio popular para fartalecimento dos dentes e gengivas, bem como para prevenção de cáries, mau hálito e sangramento da gengiva.

O óleo de gergelim é tradicionalmente recomendado para a realização dessa técnica, todavia óleo de coco, por possuir altas propriedades antimicrobianas, pode ter um efeito ainda melhor. Para a técnica funcionar o enxágue deve ser feito por no mínimo quinze minutos, permitindo, assim, que o óleo "varra" os dentes, a gengiva e a mucosa bucal. Ao final, evite engolir o conteúdo, pois ele estará carregado de bactérias e quaisquer toxinas que tenham sido removidas. Ao invés, cuspa o óleo e enxágue a boca com bastante água.

Você pode realizar essa técnica todos os dias, caso for possível, pois além de ajudar a prevenir cáries e infecções na região da boca ela também ajudará a diminuir a carga tóxica geral no sistema imunológico, impedindo a propagação de organismos da boca para o resto do corpo por meio da circulação sanguínea.

 

ÓLEO DE COCO PARA A PELE

Quando se trata de cuidados com a pele, primeiramente precisamos estar cientes de que tudo que nela se esfregar será absorvido até certo ponto e chegará à corrente sanguínea. Daí a importância de se evitar produtos de cuidados pessoais que contenham substâncias químicas duvidosas. Na realidade, precisamos ser cuidadosos com aquilo que colocamos em nossa pele tanto quanto somos com aquilo que ingerimos.

Se você é bem rigoroso com a sua saúde, uma ótima dica é nunca utilizar na sua pele aquilo que você não poderia comer. Além de todos os benefícios de seu uso interno, óleo de coco também é um excelente hidratante "anti-idade" quando utilizado topicamente, pois, ao ser absorvido, ajudará a reduzir a aparência de linhas de expressão e rugas, contribuindo para a manutenção de tecidos conjuntivos fortes e flexíveis, e o melhor de tudo, de uma forma natural e livre de substâncias químicas nocivas.

Óleo de coco também ajuda a esfoliar a camada externa de células mortas da pele, tornando-a mais suave. Além disso, possui alta atividade antimicrobiana. Experimente esse óleo "multi-uso" como base para esfoliações corporais, desodorante caseiro ou hidratantes de mãos, corpo e lábios.

Quatro maneiras de utilizar óleo de coco na pele

Definitivamente o óleo de coco não tem apenas lugar na cozinha, possuindo também espaço garantido no armário do banheiro. Isso pode até soar estranho, pois quando pensamos no termo "alimento", normalmente o lincamos com o ato de comer, porém, como já mencionado, tudo aquilo que se é exposto à pele (sendo esfregado ou massageado), até certo grau será absorvido.

Outro ponto interessante a ser mencionado é que, se refletirmos bem, veremos que a própria natureza nos oferece soluções para inúmeros problemas. Por exemplo, basta fazermos uma pesquisa rápida na internet do tipo "tratamento natural para...", ou, mais especificamente nesse caso, "tratamento de pele natural" ou "esfoliamento natural com..." e veremos a quantidade de saídas que encontraremos. A seguir, quatro maneiras convenientes de utilizar o alimento óleo de coco em situações envolvendo a pele.

  • Limpeza: muitos sabonetes faciais e produtos de limpeza no mercado são fabricados com produtos químicos agressivos e boas quantidades de álcool que tiram a pele do seu estado natural. O óleo de coco é um limpador perfeito para qualquer tipo de pele, mesmo as oleosas, pois lavará suavemente todas as sujidades, as impurezas e até a maquiagem mais resistente. Como utilizar: pegue meia colher de chá de óleo de coco e massageie levemente com os dedos. Em seguida, lave com água morna fazendo suaves movimentos circulares até que toda a sujeira seja removida;

  • Remoção de maquiagens à prova d’água: esse tipo de maquiagem geralmente é bem difícil de sair. Até existem removedores disponíveis no mercado, mas estes costumam ser bem caros, além de possuírem várias substâncias químicas de nomes estranhos em sua composição. O óleo de coco pode ser de grande valia nesse caso, pois lavará com facilidade até a maquiagem mais pegajosa. Como utilizar: para retirar rímel à prova d’água dos olhos basta aplicar um pouco do óleo na região e esfregá-lo cuidadosamente com a ponta dos dedos até que a completa retirada da maquiagem seja obtida. Em seguida, limpe com algodão e lave com água;

  • Hidratação: o óleo de coco faz um ótimo hidratante natural para a pele, sozinho, em uma mistura com outros óleos ou, ainda, como carreador de óleos essenciais. Além disso, também pode ser adicionado a loções e cremes que necessitem de propriedades hidratantes extras. Peles mais oleosas podem precisar de óleos mais "secos", como argan ou azeite, enquanto peles mais secas se beneficiarão muito do óleo de coco. Como utilizar: para hidratação facial esfregue suavemente uma pequena quantia de óleo de coco sobre a pele recentemente lavada; para hidratação corporal você pode massageá-lo suavemente na pele ou adicioná-lo a loções e outros cremes naturais;

  • Barbeamento: cremes, espumas e géis de barbear possuem uma lista de ingredientes muito longa, apresentando diversos produtos químicos tóxicos que não são necessários à pele. O barbeamento com óleo de coco funciona melhor quando se trata de um barbeamento molhado, após a pele ter sido submetida à água morna para suavizar a pele e os fios. Como utilizar: aplicar o suficiente de óleo para revestir a pele e raspar.

 

ÓLEO DE COCO COMO CARREADOR DE ÓLEOS ESSENCIAIS

Óleos essenciais têm sido utilizados há muito tempo em várias culturas para fins medicinais. Podem ser utilizados em aromaterapia, produtos de limpeza doméstica, produtos de beleza e em tratamentos de medicina natural. São obtidos da destilação ou extração das diferentes partes das plantas, incluindo as flores, as folhas, as raízes, a resina e as cascas.

Os efeitos terapêuticos dos óleos essenciais provêm de suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antimicrobianas. Esses óleos estão crescendo em popularidade, uma vez que atuam como remédio natural com baixo risco de efeitos colaterais quando utilizados nas doses certas. Por serem muito concentrados, geralmente precisam ser bem diluídos em água ou em outros óleos, dependendo da forma de uso.

Em casos específicos, óleo de coco pode ser muito útil, funcionando como um excelente carreador no qual o óleo essencial será diluído para melhor utilização. Isso é bastante comum quando se faz tratamentos tópicos com óleos essenciais.

Um exemplo bem interessante é a combinação de óleo de coco com óleos essenciais de alta qualidade para a produção de repelentes naturais de uso tópico. Boas escolhas de óleos essenciais para repelentes naturais incluem hortelã-pimenta, bálsamo de limão, alecrim, óleo da árvore do chá, neem, citronela e óleo de gatária.

 

ÓLEO DE COCO É, DEFINITIVAMENTE, UM GRANDE ALIADO DA ESTÉTICA

Definitivamente óleo de coco, além de todo o seu valor nutricional já conhecido como alimento, também se mostra muito vantajoso na área da estética e cuidados pessoais. Considerando apenas essa área, ao fazermos um apanhado geral de suas utilidades e benefícios encontraremos uma lista assim:

 


Referências:

 

Voltar